« Voltar | Início » Página

Tensão Pré-Menstrual – TPM*

*Matéria realizada pelos alunos do curso Técnico em Nutrição da Famesp.

A TPM, também conhecida como tensão pré-menstrual, é um conjunto de sintomas desconfortáveis que atinge grande parcela das mulheres na época da fase lútea tardia, permanecendo até o começo da menstruação.

 

TPM

Entendendo a TPM

Nem todas as mulheres sentem os sintomas e efeitos da tensão pré-menstrual da mesma forma, pois algumas podem apresentar sintomas pouco significativos, enquanto outras, os efeitos são mais severos. Estes podem interferir nas atividades cotidianas da mulher. Os sintomas mais típicos deste período são: nervosismo, irritação sem motivos significativos, depressão e sensibilidade.

Sintomas da TPM

  • Depressão, sentimento de desesperança, pensamentos auto depreciativos;
  • Ansiedade, tensão, nervosismo, excitação;
  • Fraqueza afetiva, tristeza repentina, choro fácil, sentimento de rejeição;
  • Raiva ou irritabilidade persistente, aumento dos conflitos interpessoais;
  • Diminuição do interesse pelas atividades habituais;
  • Sensação de dificuldade de concentração;
  • Cansaço, fadiga fácil, falta de energia;
  • Acentuada alteração do apetite;
  • Distúrbios do sono;
  • Sensação de estar fora do próprio controle;
  • Inchaço e/ou sensibilidade mamária aumentada;
  • Dor de cabeça;
  • Dores musculares;
  • Ganho de peso ou sensação de inchaço.

Tensão

No entanto, para ser considerada doença, e, portanto, sujeita a tratamento, é importante que esses sintomas de fato interfiram nas atividades habituais da mulher e que ocorram na fase pré-menstrual, e não em todo o ciclo.

Causas da TPM

Muitas hipóteses têm sido feitas a respeito das causas dessa doença, mas, atualmente, o que parece prevalecer é que sejam influências hormonais normais do ciclo menstrual que interfiram no sistema nervoso central. Parece haver íntima relação entre os hormônios sexuais femininos, as endorfinas (substâncias naturais ligadas à sensação de prazer) e os neurotransmissores, tais como a serotonina.
É importante ressaltar que essa síndrome acompanha a menstruação normal da mulher.

Tratamento da TPM

Por se tratar de uma síndrome, não existem tratamentos específicos, já que os sintomas variam muito de intensidade para cada mulher. Entretanto, há medidas que aliviam os sintomas.

Resultados não cientificamente comprovados mostram que a vitamina B6 (piridoxina), a vitamina E, o cálcio e o magnésio podem ser usados com melhora dos sintomas.

Outro medicamento é o ácido gama linoleico, que é um ácido graxo essencial. Pode ser encontrado no óleo de prímula. Existem advertências sérias do FDA americano (Órgão Regulatório dos Estados Unidos) a respeito de medicações alternativas naturais e de possíveis efeitos colaterais graves, portanto, esse, como qualquer outro medicamento, mesmo “natural”, só deve ser usado mediante prescrição médica.

Na verdade, esse é o melhor caminho para o tratamento da TPM: consultar um médico ginecologista e descrever para ele todos os sintomas que a mulher sente antes e depois da menstruação.

O melhor medicamento é o que, sozinho ou associado, reduza os sintomas. Como essa síndrome está ligada à ovulação, muitas mulheres podem se beneficiar do uso da pílula anticoncepcional que suspende a ovulação. Nos Estados Unidos, a FDA aprovou a pílula com drospirenona e etinilestradiol, para mulheres que têm sintomas de TPM e desejam anticoncepção hormonal.

Pílula Anticoncepcional

Já nos casos graves de síndrome disfórica pré-menstrual, é necessária medicação mais específica, sendo que a medicação usada com melhores resultados são os antidepressivos. Estudos recentes mostram que essa medicação usada na menor dose possível e durante a fase de tensão pré-menstrual tem melhorado muito a qualidade de vida das mulheres que experimentam essa disfunção. Também nesses casos a pílula anticoncepcional com drospirenona e etinilestradiol pode ser usada.

Alimentos que aliviam a TPM

Lentilha

LENTILHA, FEIJÕES, GRÃO DE BICO, ERVILHA

Aliviam os sintomas da TPM por causa do alto teor de carboidratos complexos e proteínas. Além disso, ajudam a regular os níveis de açúcar no sangue, estabilizando o humor e a ansiedade.

Soja

SOJA

Excelente para mulheres com TPM, porque é fonte de estrogênio vegetal, que ajuda a aliviar os sintomas.

Oleaginosas

FRUTOS OLEAGINOSOS

Nozes, amendoim, amêndoas, pistache e outras sementes são excelentes fontes de proteínas, vitamina B6 e E. Devem ser consumidos crus e sem sal. Não são indicados para quem tem acne.

Hortaliças verdes

HORTALIÇAS VERDES E LARANJAS

Couve, mostarda, nabo, brócolis e couve-de-bruxelas têm alto teor de vitamina A, magnésio e cálcio. Cenoura, pimentão, abóbora e batata-doce ajudam a reduzir a hipoglicemia e a regular o sangramento menstrual intenso, além da acne pré-menstrual.

Frutas

FRUTAS

Aliviam a vontade de comer doce, além de regular a função intestinal.

Alimentos Integrais

ALIMENTOS INTEGRAIS

Arroz, pão, cereal e granola são ricos em vitamina B6 e combatem o enjôo e a retenção de líquidos, além de também colaborar com o funcionamento do intestino.

Alcachofra

FOLHAS E FRUTAS DIURÉTICAS

Salsinha, salsão, alcachofra, folhas em geral e algumas frutas, como a melancia e o abacaxi, são diuréticos e ajudam quando há retenção de líquidos. 

Alimentos que agravam a TPM

Café

BEBIDAS CAFEINADAS

Café, refrigerantes, erva-mate e chá preto causam dores nos seios, ansiedade, irritabilidade e oscilações de humor, além de esgotar os estoques de vitamina B do organismo. Mas não pare de tomar café repentinamente, para não sentir dores de cabeça, causado pela abstinência da cafeína. Comece a tomar uma xícara a menos por dia, tomá-las pela metade ou as substitua por infusões de alecrim ou gengibre, que contêm substâncias estimulantes e combatem o esgotamento físico e mental.

Chocolates

CHOCOLATE

Aumenta a oscilação do humor, intensifica a compulsão por açúcar, provoca ganho de peso e aumenta a necessidade de vitaminas do complexo B. Durante a TPM é melhor ingeri-lo em pequenas quantidades, com frutas, passas ou barras de cereais, ou substituí-lo por carboidratos complexos e alimentos ricos em magnésio.

Acúcar

AÇÚCAR

Priva o corpo dos sais minerais e vitaminas do complexo B, provoca fadiga, dores de cabeça.

Drinks

BEBIDAS ALCOÓLICAS

Destrói o metabolismo dos carboidratos e intensifica os sintomas da TPM. É tóxico para o fígado, que já está sobrecarregado durante essa fase.

Carne

CARNES VERMELHAS

A gordura presente na carne bovina, de porco ou de cordeiro pode comprometer o bom funcionamento do fígado. Além disso, o excesso de proteínas exige maior quantidade de sais minerais.

Sal

SAL

Força a retenção de líquidos, causando excesso de peso.

Solução caseira para TPM

Uma excelente solução caseira para diminuir a TPM (tensão pré-menstrual) é o suco de ameixa com framboesa e gengibre ralado.

Coloque no liquidificador cinco ameixas, meia colher de gengibre ralado, 20 framboesas e dois copos de água e bata até formar uma mistura homogênea. O suco pode ser adoçado com um pouco de mel, a seguir e deve ser bebido aos poucos durante o dia, assim que começarem os primeiros sintomas da TPM.

Cardápios que ajudam na fertilidade

 Primeiro dia:

  • Desjejum: leite integral com café, suco de laranja, pão integral, requeijão, queijo minas e pera;
  • Colação: mix de castanha do Pará com nozes e suco de morango;
  • Almoço: arroz integral, grão de bico, file de pescada branca, creme de espinafre, salada de couve, manteiga com azeite extra virgem, suco de acerola e salada de frutas;
  • Lanche da tarde: banana com aveia;
  • Jantar: arroz integral, fígado bovino, escarola refogada, feijão, salada de cenoura com couve flor, ovos suco de pêssego com extrato de soja;
  • Ceia: maçã com casca.

Segundo dia:

  • Desjejum: vitamina de mamão, torrada integral com geleia de morango e uva;
  • Colação: barrinha de cereais;
  • Almoço: arroz integral, lentilha, salmão com molho agridoce (maracujá), salada de agrião com tomate cereja, kiwi e suco de laranja;
  • Lanche da tarde: iogurte com gérmen de trigo;
  • Jantar: macarrão integral, sardinha escabeche, brócolis, salada de rúcula com tomate, suco de abacaxi com hortelã;
  • Ceia: creme de abacate.

Terceiro dia:

  • Desjejum: leite integral com café, pão integral com margarina, mamão e suco de uva;
  • Colação: gelatina com creme de leite;
  • Almoço: arroz integral batata doce, ervilha, bife acebolado, salada de folhas verdes e suco de melão com couve;
  • Lanche da tarde: mix castanha do Pará, nozes, avelã e suco de tangerina;
  • Jantar: omelete com legumes e queijo, salada agrião, alface, rúcula, suco de limão;
  • Ceia: mingau de aveia.

Alimentos relacionados com a ação hormonal

A vitamina tocoferol tem um grande poder antioxidante e ajuda na formação de células sexuais.

Alguns alimentos utilizados para aumentar a fertilidade são:

  • Avelã,
  • Nozes,
  • Aveia,
  • Trigo,
  • Abacate,
  • Gérmen de trigo,
  • Batata doce,
  • Brócolis,
  • Margarina.